De vitrine à geração de negócios para Construtoras e Incorporadoras

45% dos consumidores com intenção de comprar um imóvel começam a jornada pela Internet

A compra não é mais um processo linear. Com a disseminação da Internet, cada vez mais barata e rápida, os consumidores buscam a convergência entre o processo de compra físico com a experiência online. O Brasil é um país bastante informatizado e a web se tornou um dos principais instrumentos que oferecem poder de escolha aos compradores, inclusive nas aquisições habitacionais.

De acordo com um estudo realizado em 2019 pela empresa de consultoria Deloitte, a Internet é o canal mais relevante para início do processo de compra ou aluguel de um imóvel, na frente de meios tradicionais como as feiras de promoções e as imobiliárias. Por conta do processo de transformação digital forçado pela pandemia, os números podem ser ainda mais expressivos.

Confira algumas estatísticas:

  • Entre abril e junho de 2020, começo da pandemia, 5,7 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra online (Neotrust, 2020);
  • 59% dos consumidores afirmam que o e-mail marketing influencia na decisão de compra (SaleCycle, 2020);
  • 66% das pessoas gostam de ofertas personalizadas de produtos e serviços levando em consideração seus hábitos e interesses (Aberje, 2019);
  • 62% gostam de receber sugestões de ofertas ao abrir sites ou redes sociais (Aberje, 2019);
  • 31% das solicitações do e-commerce são feitas fora do horário comercial, ou seja, fora da jornada de atendimento oferecido pela maioria das empresas (Neotrust, 2020);
  • 81% dos consumidores brasileiros investem na busca por informações de produtos no meio online antes de comprar (NZN Intelligence, 2021).

O que isso significa? Que mesmo quando uma compra é realizada presencialmente, ela já passou por uma longa jornada de pesquisas, busca por recomendações e consulta ao site, email marketing e mídias sociais da empresa e de terceiros.

A jornada de compra online dos imóveis

Um estudo publicado em maio de 2021 pela Brain Inteligência Estratégica, apontou que 42% dos entrevistados possuem intenção de comprar um imóvel, a maioria nos próximos dois anos. Entre eles, 45% já estão selecionando opções pela Internet:

O patamar já supera as intenções pré-pandemia. Além disso, o comportamento do consumidor é avistado em âmbito nacional:

  • Região Sul: 46% possuem intenção de comprar um imóvel (sendo que 52% deles já buscam oportunidades pela Internet);
  • Região Sudeste: 38% possuem intenção de comprar um imóvel (sendo que 45% deles já buscam oportunidades pela Internet);
  • Região Nordeste: 47% possuem intenção de comprar um imóvel (sendo que 44% deles já buscam oportunidades pela Internet);
  • Regiões Norte/Centro-Oeste: 38% possuem intenção de comprar um imóvel (sendo que 37% deles já buscam oportunidades pela Internet).

Fora o objetivo de sair do aluguel (38%), o motivo da aquisição é expressivo entre os que desejam investir (16%), trocar por uma residência mais nova (14%) ou morar em uma residência maior (15%). Assim, a intenção de compra não é exclusividade de uma única classe econômica.

No recorte por renda, entre os que possuem intenção de fazer uma aquisição residencial, a Internet também é fator primordial para o início do processo da compra:

  • De R$ 2,500 a R$ 4.500,00: 41% buscam pela Internet;
  • De R$ 4.500,01 a R$ 9.000,00: 47,5% buscam pela Internet;
  • De R$ 9.000,01 a R$ 15.000,00: 40% já buscam pela Internet;
  • Acima de R$ 15.000,00: 49% já buscam pela Internet.

Onde o marketing digital se encaixa

As estratégias de Marketing Digital são as grandes responsáveis por alavancar negócios no meio virtual com foco em públicos de diferentes rendas e regiões do Brasil. A Internet deixou, há muito tempo, de ser apenas uma vitrine de produtos e se tornou um ambiente real para geração de negócios.

Enquanto os setores da economia se recuperam das consequências da pandemia, as empresas adaptadas ao e-commerce registraram aumento de 104% entre 2019 e 2020. Já no primeiro trimestre de 2021, o aumento foi de 57,4% no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Tudo aponta para uma maior aceitação e uso da Internet para a realização de aquisições completamente online.

No caso de grandes investimentos, como os imóveis, a web se mostra como o meio preferido para o início da jornada de compra. Seja por pesquisa própria, seja por impacto de anúncios, os consumidores estão atentos às ações das empresas no meio virtual.

Futuramente, com o aumento do sentimento de segurança online e da implantação de novas tecnologias, a compra totalmente virtual de um imóvel será, sim, uma realidade e 44% dos entrevistados pela Deloitte já se mostram suscetíveis a realizar uma aquisição assim. Pode parecer inimaginável, mas dez anos atrás poucos previram o advento de inovações como os aplicativos de transporte individual e os bancos digitais, sem sede física.

Hoje em dia, o pagamento instantâneo PIX já facilita muito as transações, os serviços governamentais relacionados à compra de imóveis estão cada vez mais digitalizados e a cultura da moradia própria no Brasil está longe de perder sua hegemonia.

Da etapa de lançamento do imóvel até sua efetiva compra, os dados apenas mostram um caminho sem volta: as tecnologias só vão avançar e o Marketing Digital ficará ainda mais relevante. As construtoras e incorporadoras precisarão se adaptar para não serem deixadas cada vez mais para trás pela concorrência.

Como podemos te ajudar?

A Katsuki é uma empresa de transformação digital e aceleração de resultados com alta performance. Especializada no setor da Construção Civil, levamos o seu negócio a um novo patamar ​como foco em resultados. Para saber como atingir o próximo nível, entre em contato conosco e agende uma reunião gratuita.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Posts recentes

Diversas empresas estão mudando a própria história com Marketing Digital e nós nos sentimos honrados por contribuir nesse processo.​

Será que não está na hora de mudar a da sua empresa?​

Muito mais do que querer que você se torne nosso cliente, queremos estabelecer uma parceria de crescimento mútuo!

VAMOS CONVERSAR?

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.